Direito do Trabalho no México: um Guia

Para qualquer pessoa interessada na abertura de empresas no México ou que já esteja fazendo negócios neste país norte-americano, a compreensão e a adesão estudiosa à legislação trabalhista local lhe dará uma maior garantia de sucesso, mantendo a boa reputação de sua empresa aos olhos das autoridades.

A legislação trabalhista no México é supervisionada pela Secretaria do Trabalho e Previdência Social, e embora muitos aspectos da regulamentação trabalhista mexicana sejam semelhantes aos vistos em outros países da América Latina, há também algumas particularidades que devem ser entendidas. 

Um guia básico da lei trabalhista no México é fornecido abaixo, incluindo seções sobre horas de trabalho padrão, tipos de contratos comumente usados pelos investidores, informações sobre rescisões e indenizações, detalhes sobre subsídios de férias e orientação sobre contribuições e deduções baseadas em salários que o empregador deve supervisionar.

Se você gostaria de saber mais sobre como podemos ajudá-lo a fazer negócios, incluindo e implementando a lei trabalhista no México, entre em contato conosco hoje.

Legislação trabalhista no México. Benefícios estabelecidos na Lei Federal
Legislação trabalhista no México. Benefícios estabelecidos na Lei Federal

Segundo a lei trabalhista no México, uma semana normal de trabalho é de 48 horas, composta de seis dias de oito horas e um dia de descanso.

No caso de um funcionário trabalhar mais de 48 horas em uma semana, ele tem direito a uma remuneração adicional e proporcional pelas horas extras trabalhadas. Os funcionários também têm direito a um adicional de 25% sobre seu salário padrão quando trabalham em um domingo.

Observe que, no México, geralmente há oito feriados nacionais que caem em dias de semana a cada ano civil, além de um feriado regional.

Contratos comuns sob a lei trabalhista no México

Há três tipos principais de contratos permitidos pela legislação trabalhista no México que os investidores tendem a utilizar:

  1. Contratos por prazo indeterminado são os contratos mais utilizados e só terminam com base em acordo mútuo entre o empregador e o empregado, ou quando uma das partes tem o direito de agir unilateralmente. Esse direito inclui o pedido de demissão de um empregado, ou um caso de má conduta do empregado que justifique a demissão por parte do empregador.
  2. Contratos por prazo determinado só podem ser utilizados quando a natureza da tarefa o justifica, como para um determinado projeto, ou quando substituir outro trabalhador temporariamente, como para a licença-maternidade ou para cobrir outro tipo de ausência prolongada.
  3. Contrato sazonal só pode ser previsto para trabalhos fixos de natureza limitada que só ocorrem durante um período específico do ano, como uma estação turística ou colheita. 

Horas de trabalho

A jornada de trabalho é o tempo durante o qual o trabalhador está à disposição do empregador para realizar seu trabalho. A Lei Federal do Trabalho estabelece os seguintes tipos de horas de trabalho:

  • Diurno: Entre 6:00 AM e 20:00 PM
  • Noturno: Entre 20:00 e 6:00 horas da manhã
  • Mista: é quando o turno é organizado com horas de trabalho diurnas e noturnas. O período noturno deve ser inferior a três horas e meia.

O horário máximo de trabalho deve ser: oito horas durante o dia, sete horas à noite e sete horas e meia quando for misto.

Benefícios legais estabelecidos na legislação trabalhista federal

De acordo com a legislação trabalhista, há benefícios estatutários que são obrigatórios para os funcionários receberem:

  • Décimo terceiro salário: será pago antes de 20 de dezembro de cada ano e será equivalente a 15 dias de salário.
  • Bônus de férias: o funcionário deve receber um bônus de férias equivalente a 25% do seu salário base.
  • Bônus de domingo: se o funcionário trabalhar aos domingos, receberá 25% do salário-base diário.
  • Bônus de antiguidade: se o funcionário trabalhou mais de 15 anos, ele tem direito a 12 dias de salário para cada ano trabalhado.
  • O empregador pode conceder mais benefícios aos funcionários, mas esses são os mínimos.

Nenhum funcionário pode renunciar a esses benefícios legais, pois eles são protegidos pela constituição e pela obrigação do empregador de fornecê-los em tempo hábil.

Rescisão e desligamento

De acordo com a legislação trabalhista do México, não há um período mínimo de aviso prévio que os funcionários devam fornecer quando se demitem, o que significa que um funcionário pode se demitir com efeito imediato sem penalidade. No entanto, é comum que um período de aviso prévio esteja escrito no contrato de trabalho.

Quando um funcionário sai voluntariamente, ele tem direito a receber uma parte proporcional de seus benefícios legais, dependendo do número de dias trabalhados.

Se um empregador decidir demitir um funcionário sem justa causa, o funcionário tem direito a uma indenização que inclui:

  • Pagamento por todas as horas trabalhadas
  • Três meses adicionais de salário
  • 20 dias de pagamento para cada ano trabalhado
  • Subvenção por antiguidade, quando aplicável 
  • Pagamento por férias pendentes
  • Uma proporção de seu bônus anual com base em quanto tempo do ano eles trabalharam 

No caso de demissão com justa causa, como na hipótese de alguma violação contra a empresa ou ausência persistente, o empregador deve fornecer ao empregado um aviso por escrito no qual é feita uma referência clara à conduta que justifica a demissão, bem como a data ou datas em que ela ocorreu.

Férias, licenças e outras ausências sob a lei mexicana

A legislação trabalhista no México estabelece que os funcionários têm direito a um período anual de férias estabelecido pelo Artigo 76 da Lei Federal do Trabalho e conforme descrito no quadro a seguir:

Tempo integral Regular TitularidadeDias de férias Acumulação anual
Quando o funcionário tiver completado o primeiro ano de trabalho12 dias
Após seu aniversário de 3 anos16 dias
Após seu aniversário de 6 anos20 dias

A partir do sexto ano, o período de férias será aumentado em dois dias para cada cinco anos de serviço.

Licenças maternidade e paternidade

As novas mães recebem um total de 12 semanas de licença maternidade, que começa seis semanas antes da data documentada por um profissional médico. Em caso de adoção, uma nova mãe recebe seis semanas de licença maternidade a partir do dia da adoção.

Para os novos pais, são concedidos cinco dias de licença de paternidade, inclusive em caso de adoção.

Licença por doença

Em caso de doença ou lesão não ocupacional, um empregado segurado tem direito a todos os cuidados médicos necessários desde o início da doença, bem como à compensação financeira quando sua doença ou lesão o impedir de trabalhar

Esta compensação será paga pelo fundo de seguridade social a uma taxa de 60% de seu salário normal, a partir do quarto dia de ausência e prorrogada por até 52 semanas. 

Licença de luto

Segundo a legislação trabalhista no México, não há direito legal de licença em caso de luto, e qualquer subsídio deste tipo deve ser acordado com o empregador no caso de não estar estipulado nos termos do contrato de trabalho.

Comparação dos dias concedidos por lei para licença maternidade e paternidade entre os países da América Latina até 2023
Comparação dos dias concedidos por lei para licença maternidade e paternidade entre os países da América Latina até 2023

Direito do trabalho no México: contribuições estatutárias

Deduções dos funcionários:

O imposto de renda é deduzido progressivamente, a uma taxa que varia de 1,92% a 35% com base nos ganhos mensais.  Essa faixa superior se aplica a qualquer pessoa que ganhe 3.898.140 pesos mexicanos por ano (aproximadamente USD 191.226). Além disso, os funcionários têm 1,025% de seu salário deduzido para contribuições à previdência social e mais 1,75% deduzido para contribuições à pensão.

Contribuições do empregador

Segundo a legislação trabalhista do México, os empregadores devem fazer uma contribuição ao fundo de previdência social equivalente a 26% do salário de um empregado, enquanto uma contribuição igual a 5,150% deve ser feita para o fundo de pensão. Uma contribuição adicional equivalente a 5% do salário de um empregado também é feita para o Fundo Nacional de Habitação. 

Participação nos lucros: 

A lei trabalhista mexicana inclui uma provisão para participação nos lucros, conhecida como PTU. Isso exige que as empresas dividam 10% de seus lucros líquidos anuais com a maioria dos empregados (veja a lista de quem é elegível em nosso guia para PTU no México), com 5% do pagamento distribuído igualmente entre todos os empregados elegíveis com base no número de dias trabalhados durante o ano fiscal, enquanto os segundos 5% são distribuídos aos empregados na proporção do salário que eles ganharam durante esse período.

Perguntas frequentes sobre leis trabalhistas no México

Na nossa experiência, estas são as dúvidas comuns e os pontos duvidosos dos nossos Clientes.

1. Quais são as leis trabalhistas no México?

Os funcionários no México têm direito a um dia inteiro de descanso por semana e podem trabalhar até seis dias por semana. O número máximo de horas de trabalho por semana é de 48, embora alguns acordos coletivos possam estabelecer limites inferiores de 40 ou 45 horas.

2. Quais são as condições de trabalho no México?

A semana de trabalho padrão no México é de 48 horas, composta por seis dias de oito horas cada e um dia de descanso. Se um funcionário trabalhar mais de 48 horas por semana, ele terá direito a receber um pagamento adicional e proporcional pelas horas extras trabalhadas.

3. Quantas horas dura um dia de trabalho padrão no México?

A jornada de trabalho do trabalhador mexicano é de oito horas e está dividida em três turnos. O turno diurno começa às 6h00 e termina às 20h00, permitindo uma jornada de trabalho flexível de 14 horas.

4. Qual é o salário mínimo no México?

O salário mínimo no México foi aumentado para 207,44 pesos (US$ 11,54) por dia para funcionários que trabalham no país. Na Zona Franca da Fronteira Norte, o salário mínimo foi aumentado para 312,41 pesos (US$ 17,38) por dia. Este aumento se aplica a todos os funcionários no México.

5. Como são pagas as horas extras no México?

As horas extras no México são pagas a uma taxa 100% superior à jornada normal de trabalho. Se as horas extras excederem nove horas por semana, o empregador é obrigado a pagar ao trabalhador uma taxa 200% superior à jornada normal de trabalho.

6. Quais são as leis relativas à rescisão trabalhista no México?

Os empregadores no México não são obrigados a avisar antecipadamente a rescisão, mas são obrigados a pagar indenizações independentemente do motivo da rescisão.

7. Quais são os requisitos para demitir um funcionário no México?

Para demitir um funcionário no México, o empregador deve seguir alguns requisitos:

– Confirmar se há motivos para demissão.
– Estabelecer registros e documentação do comportamento dos funcionários.
– Apresentar um aviso de rescisão.
– Notificar o trabalhador por escrito.
– Avisar o funcionário por escrito no prazo de 30 dias após o conhecimento da má conduta.
– Explique os motivos da demissão.
– Apresentar provas caso o funcionário pretenda contestar “rescisão injusta”.
– Considerar despedimento coletivo, se aplicável.
– Considerar demissão individual, se aplicável.

Além disso, é importante que o empregador forneça um pacote de indenização para empregados com contratos por tempo indeterminado. O pacote de indenização pode ser substancial e inclui:

– 20 dias de salário diário por cada ano trabalhado.
– 90 dias de diária a título de Indenização Constitucional.
– 12 dias de remuneração diária a título de Prémio de Antiguidade por cada ano de serviço prestado pelo trabalhador.

8. O que acontece quando um funcionário pede demissão no México?

Quando um funcionário decide deixar seu emprego no México, considera-se que ele se demitiu voluntariamente. Nessa situação, o funcionário tem direito a receber a parte proporcional de seus benefícios estatutários, dependendo do número de dias trabalhados. Isso significa que o empregador é responsável por fornecer todos os benefícios, que incluem décimo terceiro salário, férias, gratificação de domingo, horas extras e gratificação por tempo de serviço, se aplicável. Entretanto, se o funcionário tiver outros tipos de benefícios, eles também devem ser incluídos.

A Biz Latin Hub pode ajudá-lo a fazer negócios no México

Na Biz Latin Hub, fornecemos pacotes integrados de serviços de back-office que são adaptados a cada necessidade. 

Nosso portfólio inclui contabilidade e tributação, formação de empresas, due diligence, serviços jurídicos, contratação e PEO, e estamos ativos em 16 mercados ao redor da América Latina e do Caribe, o que nos torna parceiros ideais para apoiar a entrada no mercado multi-jurisdicional e operações transfronteiriças.

Nossa experiência e compreensão dos mercados onde operamos significa que trabalhar conosco vem com a garantia de conformidade com todas as regulamentações locais, seja a legislação trabalhista no México ou qualquer outro código legal relacionado a investimentos. 

Entre em contato conosco hoje mesmo para saber mais sobre como podemos apoiá-lo a fazer negócios no México.

Ou saiba mais sobre nossa equipe e autores especializados.

Instantâneo da legislação trabalhista no México. No México existem 3 turnos diferentes:
Turno Diurno: Entre 6h. e 20h (máximo 48 horas)
Turno noturno: Entre 20h00 e 6h00 (máx. 40 horas)
Turno Misto: Quando a jornada de trabalho se enquadra no Turno Diurno e Noturno (máximo 45 horas).
A semana de trabalho não pode exceder 48 horas semanais; nesse caso, essas horas deverão ser pagas extra (calculadas em dobro).
Instantâneo da legislação trabalhista no México
As informações fornecidas aqui não devem ser interpretadas como orientação ou aconselhamento formal. Consulte um profissional para sua situação específica. As informações fornecidas são apenas para fins informativos e podem não abranger todas as leis, padrões e práticas recomendadas pertinentes. O cenário regulatório está em constante evolução; as informações mencionadas podem estar desatualizadas e/ou podem sofrer alterações. As interpretações apresentadas não são oficiais. Algumas seções baseiam-se nas interpretações ou pontos de vista de autoridades relevantes, mas não podemos garantir que essas perspectivas serão apoiadas em todos os ambientes profissionais.
Equipe Jurídica México
Equipe Jurídica México

Legal Team Mexico is the Biz Latin Hub leading experts on doing business in Mexico The Team writes on the news, doing business, law, and changing regulations. The team are experts in corporate law, Administrative law, Employment law, Immigration law and legal advisory services. Read more about them here. You can contact Legal Team Mexico via our "contact us page".

Receba as últimas notícias e conselhos sobre como expandir seus negócios globalmente
Assine a nossa newsletter para receber as últimas notícias e conselhos de negócios sobre formação de entidades, conformidade de entidades legais, contabilidade, back-office e requisitos fiscais.

Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.