Direito Trabalhista em El Salvador: um guia

Para quem procura registrar uma empresa em El Salvador ou já atuante neste mercado centro-americano, conhecer e implementar adequadamente a legislação trabalhista é fundamental para manter a boa reputação de sua empresa e maximizar suas chances de sucesso.

A legislação trabalhista em El Salvador é supervisionada pelo Ministério do Trabalho e da Previdência Social , e embora muitos aspectos das regulamentações sejam semelhantes aos vistos em outros lugares, o sistema salvadorenho tem suas próprias particularidades a serem compreendidas. Isto é importante antes de aprender sobre as leis trabalhistas em El Salvador.

Qualquer pessoa que esteja planejando um envolvimento em escala limitada com o mercado — seja a contratação de um pequeno número de executivos locais ou uma operação que durará apenas um curto período de tempo — contratar através de um O empregador registrado (EOR) em El Salvador pode ser a melhor opção.

Ao contratar por meio de um EOR, você evita a necessidade de estabelecer e posteriormente liquidar uma entidade local, ao mesmo tempo que opera com segurança, sabendo que o fornecedor de EOR garante o cumprimento das normas locais como parte do acordo que você assina com ele. É importante compreender o código local antes de se envolver com a legislação laboral em El Salvador.

Legislação trabalhista em El Salvador: El Salvador tem dois tipos principais de contrato de trabalho
Legislação trabalhista em El Salvador: El Salvador tem dois tipos principais de contrato de trabalho

Um guia básico da legislação trabalhista em El Salvador é fornecido abaixo, abrangendo horas de trabalho padrão, tipos comuns de contratos utilizados, detalhes sobre rescisões e indenizações, informações sobre licenças e orientações sobre contribuições e deduções relacionadas ao salário que devem ser supervisionadas pelo empregador.

Se você quiser saber mais sobre como podemos ajudá-lo na negociação da legislação trabalhista em El Salvador, bem como outros tipos de suporte que podemos fornecer, entre em contato conosco hoje .

Lei trabalhista em El Salvador – Por que fazer negócios em El Salvador?

El Salvador apresenta um ambiente atraente para a realização de negócios devido a vários fatores. A legislação trabalhista em El Salvador garante um quadro equilibrado e favorável aos negócios que promove o crescimento. A localização estratégica do país nas Américas facilita o comércio e a conectividade. As empresas beneficiam de uma força de trabalho qualificada e económica, reforçada pela legislação laboral em El Salvador, que proporciona clareza e segurança tanto para empregadores como para trabalhadores.

Além disso, os esforços proactivos do país para atrair investimento estrangeiro, incluindo procedimentos e incentivos simplificados, tornam-no num destino atraente para os empresários. A legislação trabalhista em El Salvador prioriza consistentemente a justiça e a produtividade, contribuindo para um ambiente de trabalho estável. No geral, o clima empresarial vantajoso de El Salvador, guiado por uma legislação laboral sólida, posiciona-o como uma escolha atractiva para aqueles que procuram crescimento e sucesso na América Central.

Lei trabalhista em El Salvador: horário de trabalho padrão

De acordo com a legislação trabalhista em El Salvador, uma semana de trabalho padrão dura 44 horas, com um turno normal que não dura mais de oito horas.

Para os colaboradores que trabalham no período nocturno (especificado como sendo o horário normal que se situa entre as 19h00 e as 06h00 do dia seguinte) a semana máxima de trabalho é de 39 horas, com base em turnos de sete horas.

Observe que em El Salvador geralmente há entre 10 e 11 feriados nacionais que caem durante a semana em cada ano civil, bem como dois ou três feriados regionais.

Contratos comuns sob a legislação trabalhista em El Salvador

Existem dois tipos de contrato permitidos pela legislação trabalhista em El Salvador que são mais comumente utilizados por investidores estrangeiros:

  1. Os contratos de trabalho por tempo indeterminado são o tipo de contrato mais comum e só terminam quando o empregador e o trabalhador chegam a um acordo mútuo ou quando uma das partes tem o direito de agir unilateralmente.

    Exemplos de tais circunstâncias incluem a demissão do funcionário do cargo ou um caso de má conduta do funcionário que justifique a demissão conforme estabelecido no contrato. Este é o primeiro contrato comum sob a legislação trabalhista em El Salvador.
  2. Os contratos de trabalho a termo duram normalmente um período de dias, semanas ou meses, e geralmente não superior a um ano, mas podem durar até dois anos quando o trabalhador possui uma qualificação profissional ou técnica, ou quando a tarefa em mãos garante essa duração do contrato.

    Esses contratos devem descrever adequadamente as tarefas que estão sendo realizadas e incluir menção explícita às condições sob as quais o emprego pode ser rescindido, incluindo como a tarefa designada será considerada concluída. Este é o segundo contrato comum sob a legislação trabalhista em El Salvador.

Rescisão e indenização

Um trabalhador pode ter o seu contrato rescindido sem aviso prévio dentro do período probatório previsto no seu contrato, que normalmente dura 30 dias, mas para determinados tipos de trabalhadores pode prolongar-se por mais tempo. Este é um aspecto vital da legislação trabalhista em El Salvador.

Uma vez cumprido o período probatório, o empregado deve ser culpado de uma das diversas ações ou comportamentos listados no artigo 50 do Código do Trabalho salvadorenho para ser demitido por justa causa. Este é um segundo código importante dentro do direito trabalhista em El Salvador.

Incluem negligência, incumprimento adequado dos deveres durante dois dias consecutivos, intoxicação no local de trabalho e comportamento desrespeitoso para com o empregador ou colega de trabalho.

Em caso de rescisão sem justa causa do contrato de um funcionário, ele receberá uma indenização totalizando 15 dias de remuneração padrão por cada ano de serviço prestado à empresa. Isso é padrão na legislação trabalhista em El Salvador.

Este benefício é igualmente conferido aos trabalhadores quando estes se demitem, sendo o empregador obrigado a efetuar o pagamento no prazo de 15 dias a contar do último dia de trabalho do trabalhador.

Os funcionários que se afastam em ambas as circunstâncias também têm direito a receber uma proporção do bônus legal de final de ano e ao pagamento de férias pendentes com base no valor do ano correspondente em que trabalharam.

Observe que, de acordo com a legislação trabalhista em El Salvador, a maioria dos funcionários não é obrigada a avisar quando se demitem, mas devem notificar sua demissão por escrito.

No entanto, se ocuparem cargo de gestão ou exercerem função especializada, são obrigados a comunicar com 30 dias de antecedência por escrito a sua intenção de demitir-se.

A licença maternidade dura 12 semanas em El Salvador. Direito trabalhista em El Salvador
A licença maternidade dura 12 semanas em El Salvador. Direito trabalhista em El Salvador

Lei trabalhista em El Salvador: férias, licenças e outras ausências

Após completar um ano de trabalho – durante o qual trabalhou pelo menos 200 dias – o empregado tem direito a 15 dias de férias remuneradas. Essa licença é paga a uma taxa de 130% do seu salário diário padrão e deve ser paga antes do funcionário iniciar o período de férias. Isso é padrão na legislação trabalhista em El Salvador.

Observe que o subsídio de férias não pode ser trocado por adicional, a menos que o funcionário esteja deixando a função. Para empregos que incluem alojamento e alimentação, a taxa de férias é aumentada em mais 25%.

Licença maternidade e paternidade
Um total de 12 semanas de licença maternidade remunerada são concedidas às novas mães, das quais pelo menos seis semanas devem ser gozadas após a data prevista para o nascimento. A licença maternidade é paga pelo fundo estadual de seguridade social a uma taxa de 100% de qualquer salário, até US$ 514,40 por mês.

Note-se que durante a gravidez a trabalhadora não pode ser despedida e não lhe podem ser atribuídas tarefas que representem qualquer tipo de risco para o nascituro. Isso é comum na legislação trabalhista em El Salvador.

De acordo com a legislação trabalhista de El Salvador, a licença paternidade totaliza três dias, tanto no caso de nascimento quanto de adoção, e essa licença deve ser gozada no prazo de 15 dias a partir da data de nascimento ou adoção.

Licença médica
Os empregados têm direito ao afastamento por doença em função do tempo de serviço prestado à empresa. No caso dos trabalhadores com tempo de serviço entre um e cinco meses, é concedido direito a 20 dias de baixa por doença remunerada, remunerada a 75% do vencimento base.

Para os empregados que cumpriram entre cinco e 12 meses, o subsídio de licença é estendido para 40 dias com a mesma remuneração de 75%, enquanto aqueles que cumpriram mais de um ano têm direito a 60 dias de licença médica remunerada. Isso é normal segundo a legislação trabalhista em El Salvador.

Refira-se que, na sequência de uma reforma do código do trabalho que entrou em vigor em junho de 2020, um trabalhador que tenha sido diagnosticado com uma doença crónica não pode ser despedido uma vez emitido esse diagnóstico e até três meses após a conclusão do tratamento médico correspondente.

Licença por luto A licença por
luto é concedida em caso de perda de um dos pais, filho, companheiro ou outro dependente e dura o tempo que for necessário. No entanto, o empregador só é obrigado a pagar o pagamento equivalente a dois dias de salário por cada mês civil, e um máximo de 15 dias de licença por luto no decurso de um ano civil.

Feriados públicos e dias de feriado na América Latina
Feriados públicos e dias de feriado na América Latina

Direito trabalhista em El Salvador: contribuições legais

Deduções de funcionários:
De acordo com a legislação trabalhista em El Salvador, as deduções são feitas nos salários dos funcionários tanto para a seguridade social quanto para o fundo nacional de morte e pensão, com deduções totalizando 10,25% sobre qualquer salário até US$ 1.000.

No caso da segurança social é feita uma dedução de 3%, mas essa dedução só é feita sobre os primeiros 1.000 dólares ganhos, o que significa que não pode exceder mais de 30 dólares.

Para o fundo de pensão, é feita uma dedução de 7,25% de qualquer salário até US$ 7.029 por mês, o que significa que, na verdade, a dedução máxima é de US$ 509,60. Isso é padrão na legislação trabalhista em El Salvador.

Contribuições do empregador
As contribuições do empregador para a seguridade social e o fundo de pensão totalizam o equivalente a 15,25% de qualquer salário até US$ 1.000 por mês. Isto baseia-se numa contribuição de 7,5% para a segurança social e numa contribuição de 7,75% para o fundo de pensões, sendo essas contribuições igualmente limitadas aos salários mais elevados.

As empresas que tenham mais de 10 funcionários também deverão contribuir com o equivalente a 1% adicional dos salários ao Instituto Salvadorenho de Educação Profissional (INSAFORP). Isso é padrão na legislação trabalhista em El Salvador.

Bônus anual
Qualquer funcionário que tenha prestado pelo menos um ano de serviço contínuo até 12 de dezembro de um determinado ano tem direito a um bônus anual. Quem trabalhou menos de um ano tem direito a um bônus proporcional.

De acordo com a legislação trabalhista de El Salvador, esse bônus deve ser pago entre 12 e 20 de dezembro do ano a que corresponde e é baseado no tempo de serviço.

Para quem trabalha na empresa há pelo menos três anos, o abono deve ser igual a no mínimo 10 dias de salário base, enquanto para quem trabalha entre três e dez anos deve receber no mínimo 15 dias de salário base. Quem trabalha há mais de dez anos deve receber pelo menos 18 dias de salário-base.

Observe que um funcionário perde o direito ao bônus anual se tiver duas ausências injustificadas ao trabalho em um período de dois meses durante os 12 meses anteriores à emissão do bônus.

Perguntas frequentes sobre leis trabalhistas em El Salvador

Na nossa experiência, estas são as dúvidas comuns e os pontos duvidosos dos nossos Clientes.

1. Quais são as leis trabalhistas em El Salvador?


Em El Salvador, a semana de trabalho típica é de 44 horas, proporcionando flexibilidade por meio de contratos de trabalho por tempo determinado e indeterminado. O país estabelece um salário mínimo obrigatório e os funcionários desfrutam do privilégio de férias anuais remuneradas. A licença maternidade é generosamente concedida com indenização integral e as contribuições para a seguridade social garantem benefícios abrangentes de saúde e aposentadoria. As leis trabalhistas em vigor reconhecem a importância da negociação coletiva e defendem o direito de greve.

2. Quais são as condições de trabalho em El Salvador?

As condições de trabalho em El Salvador são caracterizadas por um salário mínimo que não atende às necessidades básicas dos indivíduos e de suas famílias. Espera-se que os trabalhadores trabalhem 6 dias por semana, com cada dia consistindo de 8 horas. Curiosamente, eles são remunerados por 7 dias (56 horas) de trabalho por semana. Além disso, é obrigatório que menores de 14 a 18 anos não excedam 6 horas de trabalho por dia.

3. Quantas horas dura um dia de trabalho padrão em El Salvador?

Em El Salvador, uma jornada de trabalho padrão consiste em 8 horas. Isso soma um total de 44 horas por semana. A semana de trabalho geralmente dura cinco dias e meio. É importante ressaltar que os colaboradores têm intervalos de 30 minutos, já incluídos no horário de trabalho. Porém, vale ressaltar que menores de 14 a 18 anos só poderão trabalhar no máximo 6 horas por dia. Além disso, qualquer hora extra é remunerada à razão de 200% do salário base.

4. Qual é o salário mínimo em El Salvador?

O salário mínimo em El Salvador varia dependendo do setor. Para funcionários do varejo, o salário mínimo é de US$ 242,40 por mês. Os trabalhadores industriais ganham um salário mínimo de US$ 237,00 por mês. Os trabalhadores da montagem de vestuário recebem um salário mínimo de US$ 202,80 por mês, enquanto os trabalhadores da indústria agrícola ganham um salário mínimo de US$ 113,70 por mês.

5. Como são pagas as horas extras em El Salvador?

As horas extras em El Salvador são normalmente pagas a uma taxa de 200,00% do salário normal do funcionário por quaisquer horas trabalhadas além de 44 horas por semana.

6. Quais são as leis relativas à rescisão trabalhista em El Salvador?

A indenização só é exigida em casos de demissão sem justa causa em El Salvador. Se a Justiça do Trabalho determinar que a demissão é sem justa causa, o empregado tem direito ao recebimento do pagamento a partir da data da demissão e das verbas rescisórias. O valor das verbas rescisórias equivale a 30 dias de salário por cada ano trabalhado. Além disso, é obrigatório que os empregadores paguem o 13º salário em El Salvador.

7. Quais são os requisitos para demitir um funcionário em El Salvador?

– Os motivos válidos para demitir um funcionário em El Salvador incluem razões econômicas, a conduta do trabalhador e a capacidade do trabalhador.
– Em caso de despedimento sem justa causa, o empregador é legalmente obrigado a pagar uma indemnização de 30 dias de remuneração por cada ano de trabalho sob o empregador.
– É uma boa prática avisar a rescisão, embora não seja uma exigência legal em El Salvador.
– O período de aviso prévio está especificado no contrato de trabalho do empregado.
– As indenizações são comuns e normalmente equivalem a um mês de salário para cada ano de serviço.
– É prática comum solicitar que um funcionário avise com no mínimo 7 dias de antecedência após concluir seu período probatório.

8. O que acontece quando um funcionário pede demissão em El Salvador?

Quando um funcionário se demite em El Salvador, ele não é obrigado a avisar, mas deve fornecer uma notificação por escrito. Após a rescisão do contrato de trabalho, os empregados têm direito a receber o seu pagamento final, que inclui salários e outros direitos de pagamento. É importante ressaltar que não há verbas rescisórias quando o empregado pede demissão ou quando termina o prazo do contrato de trabalho. Porém, se a Justiça do Trabalho determinar que a demissão foi sem justa causa, o empregado tem direito ao recebimento do salário a partir da data da demissão e das verbas rescisórias. O valor da indenização é calculado como 30 dias de salário para cada ano trabalhado.

Biz Latin Hub pode ajudá-lo ao fazer negócios em El Salvador

Na Biz Latin Hub, nossa equipe de especialistas bilíngues em suporte corporativo está disponível para ajudá-lo a compreender e implementar adequadamente a legislação trabalhista em El Salvador, bem como muitos outros aspectos de fazer negócios no país.

Nosso portfólio abrangente de serviços de back-office inclui formação de empresas , contabilidade e tributação, serviços jurídicos corporativos , processamento de vistos e contratação e PEO , e oferecemos pacotes personalizados de serviços integrados para atender a cada necessidade.

Também temos equipes instaladas em outros 15 mercados na América Latina e no Caribe e parceiros de confiança que estendem nossa cobertura a quase todos os cantos da região.

Contate-nos hoje para saber mais sobre como podemos ajudá-lo a fazer negócios em El Salvador. Ou saiba mais sobre nossos equipe e autores especialistas.

Instantâneo da legislação trabalhista em El Salvador. A semana normal de trabalho não pode exceder 44 horas, nem 39 horas se for realizada no período noturno. Uma jornada normal de trabalho não deve exceder oito horas durante o dia ou sete horas à noite. Os turnos diurnos funcionam entre as 06h00 e as 19h00 de um determinado dia, enquanto os turnos noturnos funcionam entre as 19h00 e as 06h00 do dia seguinte.
Instantâneo da legislação trabalhista em El Salvador
As informações fornecidas aqui não devem ser interpretadas como orientação ou aconselhamento formal. Consulte um profissional para sua situação específica. As informações fornecidas são apenas para fins informativos e podem não abranger todas as leis, padrões e práticas recomendadas pertinentes. O cenário regulatório está em constante evolução; as informações mencionadas podem estar desatualizadas e/ou podem sofrer alterações. As interpretações apresentadas não são oficiais. Algumas seções baseiam-se nas interpretações ou pontos de vista de autoridades relevantes, mas não podemos garantir que essas perspectivas serão apoiadas em todos os ambientes profissionais.
Equipe Jurídica El Salvador

Equipe Jurídica El Salvador

Legal Team El Salvador is the Biz Latin Hub leading experts on doing business in Salvador The Team writes on the news, doing business, law, and changing regulations. Read more about them here. You can contact Legal Team El Salvador via our "contact us page".

Receba as últimas notícias e conselhos sobre como expandir seus negócios globalmente
Assine a nossa newsletter para receber as últimas notícias e conselhos de negócios sobre formação de entidades, conformidade de entidades legais, contabilidade, back-office e requisitos fiscais.

Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.