Leis trabalhistas a serem consideradas na contratação de funcionários na Austrália

A Austrália tem um grande número de setores e mercados atraentes para empresas e investidores estrangeiros. Seja em FinTech, mineração, agricultura ou energia renovável, certamente há oportunidades lucrativas para mercados de todos os tipos. Considere tudo isso ao contratar funcionários na Austrália.

Se você já se estabeleceu em um desses mercados ou está pensando em se expandir para o mercado australiano, um aspecto que deve ser levado em consideração é a variedade de leis trabalhistas do país. Embora elas possam parecer complexas, uma simples explicação do que esperar deve colocá-lo no caminho do sucesso.

O Fair Work Act da Austrália fornece legislação para as expectativas e regulamentações do local de trabalho.

Contratação de funcionários na Austrália – Órgão regulador da legislação trabalhista

A Fair Work Act (Lei do Trabalho Justo) de 2009 (Lei FW) é a base geral para todas as leis trabalhistas estabelecidas na Austrália, bem como para as regulamentações trabalhistas, de saúde e segurança e não discriminatórias. A lei cria um conselho, a Fair Work Commission (FWC), que supervisiona as regulamentações trabalhistas, prêmios e acordos empresariais.

Anualmente, a FWC analisa os requisitos de salário mínimo para o país. Mais recentemente, a comissão considerou que o salário mínimo por hora na Austrália seria de AU$ 18,93.

Além disso, a Lei da FW afirma que os contratos de trabalho não precisam ser escritos para serem oficializados. Os contratos orais são suficientes e são considerados legítimos. Quando o emprego em um estabelecimento começa, as empresas são obrigadas a distribuir uma cópia dos Padrões Nacionais de Emprego para seus novos funcionários. Esses padrões são abordados em detalhes abaixo.

Noções básicas de direito trabalhista na Austrália

Os princípios básicos da legislação trabalhista na Austrália são baseados nos National Employment Standards (NES). Esse documento descreve dez direitos mínimos do funcionário na força de trabalho que os empregadores devem cumprir. Esses requisitos mínimos são os seguintes:

  • semana de trabalho máxima de 38 horas para funcionários de tempo integral
  • os funcionários que trabalharam em uma empresa por 12 meses ou mais podem solicitar horários de trabalho flexíveis se atenderem a uma das seis categorias
  • os funcionários têm direito a 12 meses de licença parental não remunerada e podem solicitar mais 12 meses de licença
  • os funcionários em tempo integral têm direito a férias anuais remuneradas
  • têm direito a licença pessoal/cuidador, licença compassiva e licença não remunerada para violência doméstica e familiar
  • licença remunerada para serviço de júri e licença não remunerada para atividades voluntárias de gerenciamento de emergências
  • licença remunerada para feriados públicos
  • licença por tempo de serviço
  • até 5 semanas de aviso prévio de rescisão e até 16 semanas de indenização por demissão
  • Declaração de informações sobre trabalho justo

Se uma empresa não estiver em conformidade com esses padrões, poderão ser concedidas indenizações monetárias aos funcionários, além de possíveis repercussões legais impostas à empresa.

Legislação trabalhista australiana
Legislação trabalhista australiana

Sindicatos na Austrália

Assim como a cultura trabalhista na Nova Zelândia, os sindicatos na Austrália desempenham um papel crucial no setor de emprego. A organização atua como representante do funcionário durante disputas com o empregador. Além disso, os sindicatos podem servir como uma ferramenta de barganha durante as negociações entre empregados e empregadores. Devido ao seu vasto envolvimento no mercado de trabalho, é importante que as empresas reconheçam e trabalhem com os sindicatos e seus funcionários.

De acordo com a FW Act, os sindicatos têm uma variedade de direitos no local de trabalho. Esses direitos incluem, mas não estão limitados a:

  • Representação de um membro/ membro em potencial em processos judiciais
  • Entrar em um local de trabalho para inspecionar os padrões de segurança, desde que tenham as devidas autorizações e aprovação governamental
  • Investigar uma suspeita de violação do protocolo de saúde ou segurança
  • Exigir que os empregadores forneçam documentação e/ou registros relevantes
  • Entrar no local de trabalho para falar com os funcionários

De modo geral, os sindicatos na Austrália exercem uma parcela justa de poder no local de trabalho e em relação à legislação trabalhista. Os níveis de atividade dos sindicatos neste país são comparativamente mais altos do que na maioria dos outros países, portanto, é importante estar ciente dos direitos e das funções que eles desempenham no emprego.

Os sindicatos na Austrália têm uma série de direitos e responsabilidades que os proprietários de empresas devem reconhecer.

Ambiente de trabalho positivo, fundamental para a contratação de funcionários na Austrália

Em geral, essas regras e regulamentos criam um ambiente de trabalho em que os funcionários podem se sentir seguros e valorizados. De acordo com o relatório de pesquisa da Curtin University sobre a felicidade dos funcionários da Austrália no local de trabalho, mais de 40% dos funcionários relataram estar muito satisfeitos com seu emprego. Em termos comparativos, essa é uma porcentagem muito alta e favorável.

Funcionários satisfeitos geralmente são mais produtivos e lucrativos no trabalho do que os insatisfeitos. Os empregadores se beneficiam com a implementação dessas leis e com o envolvimento dos sindicatos. Espera-se o cumprimento dos padrões mínimos, mas ir além deles e tratar os funcionários de forma favorável pode trazer mais benefícios para o empregador. Em geral, o cumprimento da legislação trabalhista cria um ambiente de trabalho seguro e saudável, mas ir além dessas expectativas trará ainda mais benefícios.

Perguntas frequentes sobre as leis trabalhistas na Austrália

De acordo com nossa experiência, essas são as perguntas comuns e os pontos de dúvida de nossos clientes.

1. Quais são as leis trabalhistas na Austrália?

As leis trabalhistas da Austrália, conforme descritas na Fair Work Act 2009, garantem que os trabalhadores australianos tenham certos direitos fundamentais. Esses direitos incluem um salário mínimo, períodos de férias remuneradas, indenização quando necessário e condições de trabalho seguras. Além disso, é especificado que os funcionários não devem exceder 38 horas de trabalho por semana.

2. Quais são as condições de trabalho na Austrália?

Os empregadores na Austrália têm a obrigação legal de garantir um ambiente de trabalho seguro para seus funcionários. Eles também são obrigados a ter um seguro de indenização dos trabalhadores em caso de acidentes no local de trabalho. O governo australiano supervisiona esse sistema, e também há leis estaduais e territoriais que regulamentam a indenização dos trabalhadores.

3. Quantas horas há em um dia de trabalho padrão na Austrália?

Os funcionários na Austrália trabalham até 38 horas por semana, o que equivale a 7,6 horas por dia.

4. Qual é o salário mínimo na Austrália?

O salário mínimo nacional atual na Austrália é de US$ 23,23 por hora ou US$ 882,80 por semana de 38 horas (antes dos impostos). Os funcionários casuais que são cobertos pelo salário mínimo nacional também têm direito a receber pelo menos 25% de carga casual.

5. Como as horas extras são pagas na Austrália?

As horas extras na Austrália são pagas de acordo com o Prêmio. Os funcionários têm direito a receber 150% do valor mínimo por hora para as primeiras 2 horas extras trabalhadas de segunda a sábado e 200% do valor mínimo por hora para quaisquer horas adicionais. Aos domingos, os funcionários recebem 200% do valor mínimo por hora para todas as horas trabalhadas.

6. Quais são as leis referentes à rescisão de contrato de trabalho na Austrália?

Na Austrália, os empregadores e os funcionários são obrigados a cumprir o período de aviso prévio ao rescindir o contrato de trabalho, a menos que haja má conduta grave envolvida. Nesses casos, os funcionários podem receber pagamento em vez de aviso prévio. O período de aviso prévio varia de acordo com o tempo de serviço: funcionários com menos de 1 ano de serviço têm direito a 1 semana de aviso prévio, enquanto aqueles com mais de 1 ano, mas menos de 3 anos de serviço, têm direito a 2 semanas de aviso prévio.

7. Quais são as exigências para demitir um funcionário na Austrália?

Para demitir um funcionário na Austrália, os empregadores devem fornecer aviso por escrito do dia da demissão. O período de aviso prévio varia de acordo com o tempo de serviço e os acordos da empresa. Os requisitos para a rescisão são os seguintes:

– Os funcionários com menos de um ano de serviço têm direito a uma semana de aviso prévio.
– Os funcionários com mais de um ano, mas menos de três anos de serviço, têm direito a duas semanas de aviso prévio.

Como alternativa, os empregadores podem optar por pagar aos funcionários em lugar do aviso prévio, e esse pagamento deve incluir o superávit. É importante observar que a rescisão imediata só é permitida em caso de má conduta grave, que é definida como uma conduta que prejudica a confiança entre o empregador e o funcionário. Os empregadores também devem ter um motivo válido para demitir um funcionário, como desempenho ou conduta ruins.

8. O que acontece quando um funcionário se demite na Austrália?

Quando um funcionário se demite na Austrália, seu pagamento final de rescisão deve ser feito em até sete dias. Esse pagamento deve incluir qualquer salário pendente até a data da rescisão, férias anuais acumuladas, mas não gozadas e, se aplicável, direitos de licença por tempo de serviço. Além disso, o funcionário deve receber o pagamento referente ao período de aviso prévio, caso esteja sendo pago em substituição.

Entre em contato conosco para obter ajuda com a contratação de funcionários na Austrália.

A entrada no mercado australiano oferece às empresas uma série de oportunidades. Inevitavelmente, as empresas em crescimento podem precisar considerar a contratação de funcionários. O mercado de trabalho australiano e suas regras podem ser complicados de navegar. Ao iniciar sua mudança para os mercados “down under”, entre em contato com a Biz Latin Hub para todas as suas necessidades de representação comercial e back office

O prêmio de Excelência Empresarial da Biz Latin Hub, concedido pelo Conselho Empresarial Austrália-América Latina, demonstra o apoio que recebemos das instituições australianas para conectar empresas e apoiar start-ups na região.

Entre em contato conosco para obter assistência na navegação nos mercados da América Latina e da Oceania.

Serviços Formação da Empresa Banco Serviços Jurídicos Contratação e Serviços Internacionais PEO Serviços contábeis e tributários Serviços de Consultoria Tributária Serviços de Imigração e Solicitação de Vistos para a América Latina
Serviços Formação da Empresa Banco Serviços Jurídicos Contratação e Serviços Internacionais PEO Serviços contábeis e tributários Serviços de Consultoria Tributária Serviços de Imigração e Solicitação de Vistos para a América Latina
As informações fornecidas aqui não devem ser interpretadas como orientação ou aconselhamento formal. Consulte um profissional para sua situação específica. As informações fornecidas são apenas para fins informativos e podem não abranger todas as leis, padrões e práticas recomendadas pertinentes. O cenário regulatório está em constante evolução; as informações mencionadas podem estar desatualizadas e/ou podem sofrer alterações. As interpretações apresentadas não são oficiais. Algumas seções baseiam-se nas interpretações ou pontos de vista de autoridades relevantes, mas não podemos garantir que essas perspectivas serão apoiadas em todos os ambientes profissionais.
Equipe Jurídica Austrália
Equipe Jurídica Austrália

Legal Team Australia is the Biz Latin Hub leading experts on doing business in Australia The Team writes on the news, doing business, law, and changing regulations. The team are experts in corporate law, Administrative law, Employment law, Immigration law and legal advisory services. Read more about them here. You can contact Legal Team Australia via our "contact us page".

Receba as últimas notícias e conselhos sobre como expandir seus negócios globalmente
Assine a nossa newsletter para receber as últimas notícias e conselhos de negócios sobre formação de entidades, conformidade de entidades legais, contabilidade, back-office e requisitos fiscais.

Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.