O Brasil é conhecido no mundo por sua proeminente indústria do turismo. Segundo o Ministério do Turismo, entre 2016 e 2018, o Brasil recebeu mais de 30 milhões de passageiros por meio de voos internacionais.

No entanto, embora tenha havido um crescimento na demanda por transporte aéreo de carga nos últimos anos, esse mercado não tem sido muito explorado pelas companhias aéreas brasileiras e internacionais quando comparado com os voos de passageiros.

É importante destacar que a legislação brasileira, desde 2019, permite 100% de propriedade estrangeira de companhias aéreas. Esta é uma mudança notável no mercado de companhias aéreas no Brasil e é definitivamente uma oportunidade de negócios para companhias aéreas de carga internacionais que pretendem se estabelecer e operar em um mercado em crescimento.

Embora tenha havido um crescimento na demanda por transporte de carga aérea nos últimos anos, esse mercado não tem sido muito explorado pelas companhias aéreas brasileiras e internacionais.

Como registrar uma companhia aérea de carga no Brasil? Órgãos responsáveis ​​pelo registro da companhia aérea

O órgão brasileiro de aviação civil responsável por seu registro é a Agência Nacional de Aviação Civil ( ANAC ).

Além disso, esse processo envolve a abordagem da autoridade de aviação no país de origem de sua empresa, bem como o apoio de autoridades consulares. Dependendo do país de origem, você também pode precisar se juntar à Associação. (IATA).

Etapas para registrar uma companhia aérea de carga

Abaixo estão as principais etapas para abrir sua companhia aérea no Brasil e aproveitar a posição acolhedora do país em relação à propriedade estrangeira.

  1. Obter e apresentar o instrumento de designação para uma companhia aérea de carga 

O instrumento de designação é um documento emitido pela Autoridade de Aviação Civil (CAA) do país de origem da companhia aérea. É um ato que deve ser realizado através dos canais diplomáticos.

Você pode entrar em contato com a CAA do seu país de origem através da embaixada local para obter suporte.

 

  1. Enviar uma solicitação à ANAC e abrir uma empresa no Brasil 

Esta etapa envolve buscar a aprovação da ANAC mediante a apresentação de 2 documentos cruciais: sua proposta de operação de aviação propostas e o documento de abertura de sua empresa no Brasil .

Uma vez obtido o instrumento de designação, as companhias aéreas estrangeiras devem enviar uma solicitação formal à ANAC, mediante a apresentação e protocolo dos seguintes documentos e informações:

  • Estatuto/Contrato Social da Companhia, devidamente registrado no país de origem
  • A lista dos sócios/acionistas da empresa, incluindo nome completo, domicílio e número total de ações/quotas
  • Cópia da Assembleia Geral que aprovou a realização de atividades e o capital alocado para estabelecer operações no Brasil
  • Pagamento da Taxa de Inspeção da Aviação Civil – TFAC
  • Procuração  outorgada a um representante legal no Brasil
  • Documentos pessoais do representante legal, incluindo o local de residência

Todo e qualquer documento emitido internacionalmente deve ser legalizado e / ou apostilado. Além disso, os documentos devem ser traduzidos para o português por um tradutor certificado.

  • Elaborar e registrar o estatuto/contrato social perante os órgãos governamentais
  • Obtenção de um número de contribuinte (CNPJ).

Todo e qualquer documento emitido internacionalmente deve ser legalizado e / ou apostilado. Além disso, os documentos devem ser traduzidos para o português por um tradutor juramentado.

 

  1. Solicitar autorização para operar no Brasil

Sua companhia aérea precisa protocolar uma solicitação de autorização perante ANAC e apresentar os seguintes documentos:

  1. CNPJ (número do contribuinte)
  2. Certificados negativas (da Receita Federal, FGTS e ANAC)
  3. Formulário de declaração AVSEC (segurança da aviação) – para atestar que a companhia aérea está ciente do Programa de Segurança do Operador Aéreo (PSOA)
  4. Formulário de Registro de Profissionais AVSEC.
  5. Proposta de especificações operativas.

 

Reforma da lei de aviação de 2019 no Brasil

Em junho deste ano, o presidente Jair Bolsonaro aprovou um projeto de lei que restringe regulamentações rígidas sobre transportadoras aéreas estrangeiras no país.

Este projeto de lei agora permite que companhias aéreas completamente estrangeiras realizem voos domésticos. Isso quebra o controle  de mais de 92% das viagens aéreas domésticas do país exercido pelas três principais companhias aéreas.

Essa decisão é um facilitador crucial para empresas aéreas estrangeiras que desejam operar na maior economia da América Latina.

 

Motivo para fazer negócios – conectividade internacional 

O Brasil já atrai uma ampla gama de investimentos e negócios estrangeiros – sem mencionar uma multidão de turistas a cada ano.

Ao abrir os regulamentos da aviação, o Brasil está facilitando o aumento da conectividade comercial por meio de mais opções para viagens aéreas de negócios e carga. Como principal player econômico da região, com vínculos econômicos com grandes blocos comerciais como o MERCOSUL, a demanda por serviços de frete aéreo provavelmente aumentará.

As oportunidades para as companhias aéreas de carga (e de passageiros) se abriram para players estrangeiros e as empresas não devem demorar a aproveitar esse potencial comercial.

 

Representantes legais experientes são cruciais para o sucesso

Os representantes legais – que você precisará nomear por procuração (POA) para esse processo – devem agir no melhor interesse de seus negócios, orientando-o através do procedimento adequado e agir em seu nome, conforme necessário.

 

Esse processo envolve a abertura de uma empresa no Brasil. Para conseguir isso, você estará contando com especialistas comerciais, jurídicos e contábeis locais para garantir que seu processo de registro funcione sem problemas e seja totalmente compatível com a lei local.

Os representantes legais – que você precisará nomear por procuração (POA) para esse processo devem agir no melhor interesse de seus negócios, orientando-o através do procedimento adequado e agir em seu nome, conforme necessário. Para conceder a POA ao seu representante legal, você precisará emitir um documento formal.

Você confiará no seu procurador ao tomar decisões para sua empresa. Por esse motivo, é crucial encontrar alguém que tenha um entendimento abrangente da aviação local e das leis de registro de empresas. A parceria com alguém que não tenha uma noção clara do que é necessário pode resultar em penalidades contra sua empresa por não cumprir as regulamentações relevantes. Garanta o melhor começo para a sua companhia aérea de carga em parceria com um provedor de serviços jurídicos experiente e confiável no Brasil.

Asseguramos o seu sucesso comercial no Brasil

Para começar bem no Brasil, recomendamos a parceria com especialistas experientes em contabilidade e direito para suporte local. Com a estratégia certa de entrada no mercado e a representação legal e comercial de alta qualidade, sua expansão brasileira pode alcançar sucesso a longo prazo.

No Biz Latin Hub, nossa equipe brasileira especializada em back office oferece serviços abrangentes de entrada e back office. Fornecemos soluções de negócios personalizadas para atender às suas necessidades e agir em seu melhor interesse.

Para saber mais, entre em contato com nossos especialistas em negócios brasileiros por meio do [email protected] para obter um atendimento personalizado.